New York travel plan (6 days) / 6 dias em Nova York

Hello, guys!
Today, my brief about travel itinerary is the New York city (in English now :)!

Link da página traduzida pelo Google Tradutorhttps://translate.google.com.br/translate?sl=en&tl=pt&js=y&prev=_t&hl=pt-BR&ie=UTF-8&u=https%3A%2F%2Ftatianasaoli.wordpress.com%2F2016%2F07%2F05%2Fnew-york-travel-plan-6-days%2F&edit-text=&act=url

Firstly we bought the air tickets(Latam  sales promotion) in the last November and then we prepare to issue Agnes’s passport. In March we took the USA Visa smooth.

 1st DAY:

We travelled on June 8th and arrived in JFK airport at 7:30am on June 9th. In Immigration Department I had a little mess because they put us on the separate queues, but soon after everything have been solved.1.jpg

We took the Air Train airport to Jamaica Station and then bought the Metrocard Unlimited (for 7 days – $30) and went to Penn Station at 34th street (big stores street in Manhattan). – Travel time approximate 60 minutes. – I was carrying a backpack and so do Agnes, then after 4 hours I was so tired and we went to the hotel.

The Hotel (Mayflower Howard Johnson) was on Long Island (1st station in Queens). We liked the room/bathroom, customer service, and physical structure a lot. I recommend it!

At 6pm we went to Rockefeller Centre, St. Patricks Cathedral and Times Square. We finished the night at Bubba Gump Restaurant (Times Square). Awesome! – They are specialized in shrimp and the theme of décor is the Forrest Gump Movie.

2

➔ That night I realized that NY is more expensive than Toronto. (touristically)

 

2nd DAY:

In this day we went to meet the Soho, Chinatown, and Little Italy for hours. We had lunch in LA NONNA Italian restaurant that’s situated at Mulberry St. and they have a delicious Marguerita pizza! (this is region that more we liked)

3

After some stores in the neighbourhood, we arrived next to Court, City Hall, World Trade Centre One and September 11 Memorial.
One place quite beautiful and sad simultaneously.

We left the hotel when dusk and took a night off. (our feet were crushed)


3rd DAY:

In the third day, we direct our trip to Art and we went to History Natural Museum and Metropolitan Museum – in the both cases we paid $1.00 each person because they accept a donation for tickets. #tip

4

We took this opportunity to meet the Central Park and stretched our legs on the grass.

We went to the hotel and we dressed up for the night at Times Square. We met the Tonic Bar Karaoke (49th with 7th) and we loved the beers, snacks, and the songs.

We left there approximately 1:00a.m. and we went to hotel seamlessly. Midway I discovered a Tim Hortons Coffeeshop enjoying to drink a ‘double double coffee’.

13412866_1080784518662944_5635773392045280098_n

4th DAY:

This day was my birthday and we went to Brooklyn. We took subway “F Line” and we got off at York Station. We met the street corner that eases up the Manhattan Bridge view (Water St/Washington St):

13418959_1080784681996261_946920600239311572_n.jpg

After the photo session, we went to Jane’s Carousel and Brooklyn Ice Cream Factory (tasty). This local is on edge Hudson River and next to Brooklyn Bridge.

5.jpg

On the occasion, we took the Water Taxi at Pier 1 and enjoyed the boat tour around Manhattan View, Liberty Statue and others five piers on the river.

We had lunch at Greenwich Village (beautiful neighbourhood) and also we went to Wall Street region. We went back to Brooklyn and ended the afternoon at Target Supermarket. 🙂

By night we went to toast my birthday to Tonic Bar Karaoke (when is cool we return) and enjoyed until 2a.m.

6.jpg

5th DAY

This day we slept in.

We had lunch in Chelsea Market and then we went for a walk in High Park.

7

We went to meet the Grand Terminal Central and we went to Mc. Sorleys Old Ale House (next to Washington Square Park) – this place is an Irish Pub wich was open at 1854 and is an excellent bar to drink an artisanal beer ($2.75 each). It’s a place full history and I wanna return as soon as possible.

13385789_972196102888233_1833161342_n.jpg

At night we met friends at Times Square.

6th DAY

Last day we did check out in the hotel at 11a.m. (leave the bags in reception) and we went to buy the last things at Marshalls Store, Bed Bath & Beyond Store and finished at Zio Ristorant (19th st between 6th av/5th av).

8.jpg

We returned to the hotel to picked up our bags and called the Limo($45) to the airport. (travel time:1 hour)

The Latam Airlines was very confused and JFK Airport was slow and crowded.

I recommend this trip. Worthwhile!

 

Anúncios

E de repente 30…

30

Título nada original, eu sei, eu sei…mas é tão prático, direto e objetivo…assim como as mulheres de 30 rsrsrssss

Pra falar a verdade eu imaginei muitas fases da minha vida: os 15, os 20, os 25… mas 30 anos…nem sabia que ia chegar tão rápido, nem deu tempo de imaginar direito, de me preparar pra dizer “pode vir, tô aqui”.

Ainda ontem estava brincando de golzinho na garagem de casa, dando o primeiro beijo, lutando pra passar de ano, procurando o primeiro emprego, tirando carteira, tocando violão na calçada, entrando na faculdade, procurando minha parceira de vida… E de repente acordo e isso tudo somou 30 anos?

Que idade crazy é essa, onde sou obrigada a ser adulta, não posso nem esperar mais um pouquinho… ainda tenho tantas dúvidas, dengos, diversões sem propósitos, vontades acumuladas…

30 anos é muito tempo, dá pra contar muitas histórias eu sei… viver muitas experiências, errar, consertar e errar de novo com convicção…afinal quem paga nossas contas somos nós mesmas, então, a decisão é só nossa, que beleza, eu gosto dessa alegria da maturidade!

 

Ainda quero aprender a tocar bateria, será que com trinta meu cérebro ainda consegue coordenar esse aprendizado?

Ter 30 é isso aí!

Você se depara ali mulherão na frente do espelho, cheia de personalidade, conhecimento, postura, charme, histórias pra contar, conselhos para dar… mas também percebe que perder 3 quilos é uma guerra sangrenta difícil e demorada de combater, curar-se de uma gripe é muito mais que uma noite de sono e meia cartela de Benegripe, aprender uma nova língua é três vezes mais lento do que quando você estava na escola, juntar uma grana no cofrinho nem sempre é fácil, ter tempo para encontrar os amigos passa a ficar cada vez mais raro… De repente vc enxerga que não tem mais a mesma pele de quando tinha 20 anos, nem o mesmo vigor e a mesma audácia inconsequente, nem os cabelos todos ainda da mesma cor.

Revendo fotos nem tão antigas assim, percebo as mudanças que sofri, e como EU MUDEI… fisicamente nem tanto… a gente muda é por dentro. As visões que eu tinha de futuro, de política, de dinheiro, de amor, carreira, família… como muda a forma de ver e viver a vida e curtir a si mesma… como mudam as prioridades da gente.

Acho que agora pode vir os 30!
Tô aqui. Vem quente que eu tô borbulhando ainda. 🙂

 

Por uma mulher de trinta.

 

 

Como diz Honoré de Balzac:
Aos 30, como se conhece melhor, ela é muito mais autêntica, centrada, certeira no trato consigo mesma. Aos 30, a mulher tem uma relação mais saudável com o próprio corpo … Não briga mais com nada disso. Na verdade, ela quer brigar o menos possível. Está interessada em absorver do mundo o que lhe parecer justo e útil, ignorando o que for feio e baixo – astral. Quer é ser feliz e ela só quer quem a mereça.

 

“Todos caminhos trilham pra gente se ver. Todas trilhas caminham pra gente se achar. ..Não sei mas sinto um força que embala tudo, falo por ouvir o mundo todo diferente de um jeito bate…” (Tudo diferente – Maria Gadú)

Neste ano eu não sofri tanto com aquela neurose de carregar uma nova idade nas costas.
Será isso minha maturidade? rs
Só gostaria de relatar que foi o aniversário mais diferente que passei em toda a minha vida.

Sempre gostei de comemorar meu aniversario e, geralmente comemorava por dias esta data.
Quando criança passava com os pais comendo pizza e brigadeiro entre família.
Quando adulta, já em Campo Grande, passava três ou quatro dias entre amigos, bebendo e churrasqueando…rs..
Quando voltei para Brasilia fiz questão de fazer festa grande com todos aqueles que não encontrava há anos… muita cerveja e churrasco.

Este ano, coincidentemente, a data caiu na mesma data de um grande evento da igreja católica. E como há tempos estava afastada da casa de Deus, resolvi me dar esta alegria.
Sexta e sábado fui as missas de Pentecostes então, permitindo-me rezar e agradecer por tudo de bom que acontece em minha vida. Por cada dia, minha casa, minha família, meu emprego, meu CD, meus amigos…
Claro, que a meia noite do dia 12 eu estava a caminho de um barzinho para cantar, ouvir e bebemorar um pouquinho…rs..

Nascer no dia dos namorados me permite ter um aniversario diferente e mais intenso as vezes, porém, este domingo teve um sabor diferente.
Eu não namoro. Mas amo alguém que me corresponde o amor.
E certas atitudes, certos olhares valem muito mais, mas muito mais que declarações e caixas de presentes…
O local foi absolutamente estranho… e a minha cara de ressaca misturada a ressaca desta pessoa que foi me encontrar, sem combinados, sem hora, de longe… foi o que incrivelmente encheu o meu peito de paz!!

A estrada da vida é difícil e cheia de buracos, por isso tento não criar tantas expectativas, tento não fazer tantas promessas e nem brigar quando me chateio… Mas, é impossível não acreditar no amor. Não acreditar que existe algo muito além do que vivemos aqui. Não acreditar que almas se cruzam por um propósito. Não acreditar que se vive melhor amando.

Feliz dia dos namorados pra vc tbm!

O 12 de junho.

Mais um ano em que as dores de cabeça de ansiedade voltam a participar dos dias que antecedem o famoso 12 de junho.

Há 24 anos eu cheguei ao mundo.(não sei por que minha mãe marcou a cesariana para o dia dos namorados!).

Eu fico tonta toda vez que percebo que o tempo passa rápido demais!

Até ontem eu usava lancheira rosa para ir a escola… saía escondida de casa, à tarde, só para tomar tereré com a Tatá e a Titi. Queria ser dentista.

Depois fui aprendendo a jogar bola com os garotos da escola e meu irmão, aí botei na cabeça que eu tinha nascido para o futebol. (Meus pais preferiam ainda pagar a faculdade de odontologia..rs).
Acompanhava todas as duplas sertanejas, montei uma com o primo Gui, descobri minha vocação…. beijei muito os menininhos do bairro, caí várias vezes de patins e bicicleta, fiquei mais de um mês na fazendo do tio Elias, rasguei a perna no arame farpado, pai e mãe decidiram se separar, matei aula, tomei a grande surra da minha vida, reprovei, namorei mais um pouco, depois aprendi a comer besteiras com o Rafa, papai foi transferido para Brasília, fiz academia, tive a primeira paixão, chorei muito, cheguei à adolescência… voltei à Brasília, sofri porque estava gorda, não tinha amigos ainda… aprendi a tocar violão depois aprendi a fumar, passei a emagrecer, montei a primeira banda, fiz amigos, reprovei de novo, comecei a pensar no futuro quando segurei meu irmãozinho pela primeira vez,parei no supletivo, fiz bicos escondidos do pai, completei 18 anos, tomei meu primeiro porre, comecei a trabalhar….

E, pow!

Lá estava eu com uma carga nas costas: ser adulta.
Rapidamente fui contratada, larguei banda, e me mudei para CG, me envolvi com o sabor de cantar na noite, fiz amigos.

Conheci o Amor.

Depois outro emprego, sair da casa da mãe e alugar a minha. O 1º carro, a tão sonhada independência.

Queria sentir de novo a sensação de sentar no chão daquela casa, jogar Atari com o Rafa… escutando o vinil do Elvis, o bolo salgado da minha mãe como lanche da tarde, meu pai chegando às 17h40, depois ouvir minha mãe brigar comigo para eu ir tomar banho.

Queria voltar o tempo e sentir, por 24 horas, a maiores sensações da minha vida de novo.

Tudo tão bom, tão intenso, tão marcante!

VALEU A PENA!

E eu estou envelhecendo. Rsrs

Feliz Dia dos Namorados à todos!